Jiboia arco-íris da Mata Atlântica - Epicrates cenchria hygrophilus (Ehy) - Jiboias Brasil

Jiboia arco-íris da Mata Atlântica
(Epicrates cenchria = Epicrates cenchria hygrophilus)


   Conhecidas como Jiboia arco-íris (Rainbow boa) pela característica de refletir as cores do arco-íris (furta cor) quando exposta a raios solares ou uma iluminação mais intensa, também conhecida como Salamanta ou Jiboia vermelha. São serpentes não peçonhentas, possuem dentição áglifa, ou seja, não apresentam presas inoculadoras de veneno, pertencem família Boidae, que é a mesma família das Jiboias e Sucuris. Era reconhecido para o Brasil apenas uma espécie, Epicrates cenchria, que até então possuía nove subespécies. Em 2008 Paulo Passos e Ronaldo Fernandes publicaram um artigo revisando toda a espécie e reorganizaram as nove subespécies em cinco espécies, das quais quatro ocorrem no Brasil, são elas: Jiboia arco-íris da caatinga (Epicrates assisi), Jiboia arco-íris do cerrado (Epicrates crassus), Jiboia arco-íris da Amazônia (Epicrates cenchria) e Jiboia arco-íris do norte (Epicrates maurus).

   Devido ao fato do sistema de gestão da fauna do IBAMA (SISFAUNA) ainda não estar atualizado, o criadouro Jiboias Brasil ainda precisa adotar o termo de subespécie.

   Esta espécie é dividida em duas populações, uma na Amazônia que era conhecida pela subespécie (Epicrates cenchria cenchria) e outra na Mata Atlântica (Epicrates cenchria hygrophilus) que foram sinonimizadas no trabalho de Passos 2008. Para efeito de animais Pet, devido a diferença de coloração e comportamento tratamos como animais distintos.

   A população da Mata Atlântica é rara e endêmica do Brasil, distribuída naturalmente do norte do Rio de Janeiro até o estado de Pernambuco, ocorrendo também em parte do estado de Minas Gerais. A Jiboia arco-íris da Mata Atlântica raramente ultrapassa os 1,8 metros, alimentam-se predominantemente de aves e pequenos mamíferos, na natureza podem se alimentar de pequenos anfíbios, lagartos e ovos de aves. Em cativeiro devido ao melhor controle sanitário e praticidade é recomendado o uso de pequenos roedores. É uma população que não suporta a superalimentação e toda alimentação no cativeiro deve ser focada em uma dieta de manutenção. São vivíparas e as ninhadas variam entre 3 e 13 filhotes por gestação. São animais de hábito crepuscular ou noturno e semi-arborícolas, têm expectativa de vida em torno de 20 a 30 anos.

   Como animal de estimação é recomendado para quem já tem experiência na manutenção de serpentes, seu temperamento é mais dócil do que o da Jiboia arco-íris da amazônia (Epicrates cenchria cenchria) e um pouco mais agressivo do que a Jiboia arco-íris da caatinga (Epicrates assisi) e a Jiboia arco-íris do cerrado (Epicrates crassus), porém acostuma bem com o manuseio e pode ser um excelente Pet.