Jiboia arco-íris do Cerrado (Epicrates cenchria crassus) 1422 - Jiboias Brasil

Jiboia arco-íris do Cerrado (Epicrates cenchria crassus) 1422

Novo

 Jiboia arco-íris do cerrado (Epicrates crassus), pode atingir 1,6 metros e raramente alcança 1,8m. Dentre todas se assemelha  Jiboia arco-íris da caatinga (Epicrates assisi).

Mais detalhes

R$ 2.700,00

Ficha técnica

Sexo Fêmea
Paternidade EcrM08xEcrF35
Data de Nascimento 26/10/2017
Nº do microchip 999000000439614

Mais informações

Conhecidas como Jiboia arco-íris (Rainbow boa) pela característica de refletir as cores do arco-íris (furta cor) quando exposta a raios solares ou uma iluminação mais intensa, também conhecida como Salamanta ou Jiboia vermelha. São serpentes não peçonhentas, possuem dentição áglifa, ou seja, não apresentam presas inoculadoras de veneno, pertencem família Boidae, que é a mesma família das Jiboias e Sucuris. Era reconhecido para o Brasil apenas uma espécie, Epicrates cenchria, que até então possuía nove subespécies. Em 2008 Paulo Passos e Ronaldo Fernandes publicaram um artigo revisando toda a espécie e reorganizaram as nove subespécies em cinco espécies, das quais quatro ocorrem no Brasil, são elas: Jiboia arco-íris da caatinga (Epicrates assisi), Jiboia arco-íris do cerrado (Epicrates crassus), Jiboia arco-íris da Amazônia (Epicrates cenchria) e Jiboia arco-íris do norte (Epicrates maurus).

   Devido ao fato do sistema de gestão da fauna do IBAMA (SISFAUNA) ainda não estar atualizado, o criadouro Jiboias Brasil ainda precisa adotar o termo de subespécie.

   É uma espécie bem mais rara do que a Jiboia comum (Boa constrictor constrictor) e devido a raridade são menores as experiências no cativeiro. Algumas pessoas acreditavam ser uma espécie mais agressiva mas na realidade é uma das espécies mais dóceis e de fácil manejo. Muito indicada como animal de estimação, principalmente para iniciantes, é um excelente Pet.

Parcelamento